Terça-Feira, 11 de Dezembro -

  • “Vamos às urnas para unir o país”, pede De Paula

  •  

    Os brasileiros vão às urnas neste domingo (7) para escolher seus representantes pelos próximos quatro anos. Neste ano, estão em disputa os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Candidato a deputado federal De Paula (PSDB) acredita que o pleito dará início a um novo momento na política nacional. Para o tucano, os escolhidos, seja para os Executivos e Legislativos federal e estaduais, têm como principal missão a tarefa de “unir” o país. Para isso, De Paula também lembra os eleitores sobre a importância do voto.

    “Desde o início deste processo eleitoral, tenho me deparado nas ruas com pessoas que sonham com dias melhores. Para isso, o país precisa estar unido. Nossa história mostra que nos anos em que nos unimos pelo bem da Nação, o Brasil seguiu o caminho do crescimento. Por outro lado, quando o país se dividiu, vivemos dias de incertezas. Chegou a hora de unirmos forças em favor do país”, afirma De Paula.

    Sobre a campanha, o vereador de Osasco demonstra otimismo com a possibilidade de conquistar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Ele aproveita para convocar os eleitores às urnas. “Estou muito otimista. Esta foi uma campanha diferente de todas: mais curta, mais rígida e mais propositiva, ainda assim os eleitores se mostraram mais participativos, com desejo de mudar a atual situação do país. Este é o momento. As pessoas precisam ir às urnas para exercerem seu papel de cidadão. Temos escutado que a abstenção nesta eleição será grande, mas peço a todos que votem, porque quem deixa de votar, permite que outro escolha em seu lugar”, afirma o tucano

    Confiante com o trabalho desenvolvido ao longo da campanha, De Paula fala sobre o que pretende encontrar no Congresso Nacional, caso seja eleito. “Espero que o clima seja totalmente diferente ao que vemos atualmente. Que cada um dos escolhidos pelo povo possa ajudar no processo de pacificação do país e que tenhamos um Congresso alinhado às necessidades da população”, finalizou o parlamentar.