Quarta-Feira, 19 de Setembro -

  •  

    Unidade Fieb de Aldeia da Serra inicia atividades no ano letivo de 2019

     

    Em reunião com moradores da região de Aldeia da Serra, na noite de quinta-feira (14), representantes da Fieb (Fundação Instituto de Educação de Barueri) confirmaram que a nova unidade estará em pleno funcionamento para o ano letivo de 2019. No encontro, o superintendente da Fundação Luiz Antonio Ribeiro assegurou que o trâmite para viabilidade do novo espaço ocorre de acordo com os planos e apresentou a planta do imóvel, destacando como deverá ser o funcionamento para o próximo ano.

    “Temos a ideia de fazer uma escola modelo. Na unidade vamos ter educação de qualidade no padrão Fieb. Nosso grande projeto é atender a demanda local dessa região de Aldeia da Serra”, esclareceu o superintendente ao ser questionado por pais de alunos interessados em ingressar na nova escola.

    Na última semana, o prefeito Rubens Furlan assinou o decreto 8.770 de 8 de junho de 2018 que dispõe sobre a criação da unidade Aldeia da Serra da Fieb. O imóvel localizado na avenida dos Pinheiros, 400, que está sendo reformado, terá capacidade para atender até 228 alunos por turno. O planejamento é que tenham dois turnos, abrindo espaço para cerca de 456 estudantes. Incialmente as vagas serão destinadas para turmas do 1ª e 2ª ano do Ensino Médio. O formulário para pesquisa de intenção de matrícula já está disponível no site www.fieb.edu.br.

     

    Pais estão animados com a novidade
    Mãe de dois filhos, Marcela Joachim é uma das moradoras que solicitaram a escola. Ela confirma que existe uma grande expectativa em relação à nova unidade Fieb, principalmente por já ter sido aluna da Fundação. “A expectativa é poder proporcionar aos meus filhos aquilo que tive chance de ter como estudo. Conheço e confio plenamente no sistema da Fieb. Fiquei feliz de ver o projeto, acho que vai encaixar perfeitamente com a demanda da região”, aposta.

    Sentimento similar tem Danilo Martius Pescarmona, pai de uma menina de 13 anos. “Ficamos muito contentes que a Fieb venha para cá porque sabemos da qualidade do ensino. Aqui tem uma demanda grande de adolescentes”, reforça. Segundo ele, a mudança de planos para inaugurar a nova unidade no próximo ano foi a atitude certa. “Para não perder a oportunidade de já começar bem com a Fieb, acho que o melhor foi esperar mesmo”, complementa.

    Estrutura da escola
    O projeto contempla seis salas de aulas, biblioteca digital com capacidade para 48 alunos, praça de alimentação, sala de reforço para até 18 alunos, auditório com 70 lugares, sala de espaços multiuso, além do espaço administrativo com salas de diretoria, coordenação e orientação pedagógica, secretaria, sala de professores e copa e cozinha para funcionários.