Quarta-Feira, 13 de Dezembro -

  • SinHoRes discute demandas da categoria com Secretaria de Segurança

  • Nesta terça-feira, 8/8, o presidente do SinHoRes – Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Osasco – Alphaville e Região, Edson Pinto, se reuniu com o secretário de Segurança e Controle Urbano de Osasco, Valdeci Magdanelo, e puderam avançar com questões de interesse da categoria. Além de amigo de longa data do presidente Edson, Valdeci faz parte de uma família de empresários que atuam no segmento correspondente ao SinHoRes.

    De acordo com o secretário, os maiores problemas e reclamações referentes ao segmento que chegam à prefeitura são relacionados ao silêncio urbano e a colocação de mesas nas calçadas, além dos estabelecimentos com alvarás pendentes. “O secretário solicitou que fizéssemos uma campanha de orientação sobre essas questões com os empresários da região, pedido acatado pelo Sindicato. Em contrapartida, solicitei também que na primeira fiscalização não haja autuação ou fechamento dos estabelecimentos. É essencial que primeiro seja realizada a orientação e dado um prazo para o empresário se adequar a legislação, não causando prejuízos significativos aos estabelecimentos”, completou Edson.

    O excessivo número de ambulantes de alimentos na cidade também foi pauta levada pelo presidente à reunião, que solicitou que haja uma racionalização dessa questão. “Até os ambulantes que têm autorização da prefeitura devem ser fiscalizados pela vigilância sanitária”, solicitou.

    Edson também abordou a feira realizada no estacionamento da prefeitura aos finais de semana. Há descontentamento por parte dos empresários, sobretudo do entorno, em razão da concorrência desleal. “Como evento esporádico, para atrair turistas, tudo bem. Com as mesmas exigências legais e fiscalização do comércio tradicional. Mas a feira realizada uma vez por mês como está, é um fator que nos causa preocupação. É um enorme prejuízo causado aos empresários localizados no entorno da prefeitura”. Ficou acordado que o secretário Valdeci levará, junto ao SinHoRes, a questão para análise do prefeito Rogério Lins.

    O presidente do SinHoRes também expôs sua preocupação em relação à fiscalização realizada na cidade. “O Sindicato tem recebido informações de alguns empresários, ainda não confirmadas, de que alguns fiscais poderiam estar agindo fora de suas alçadas, criando dificuldades aos estabelecimentos para tentar obter vantagens. Por isso, pedimos ao secretário que essa situação seja averiguada”, disse. Valdeci pontuou que esse tipo de atitude, se constatada, receberá uma resposta firme, e colocou a secretaria à disposição para ouvir e fiscalizar as denúncias do setor de gastronomia e hospitalidade.

    “É prioridade para o SinHoRes fazer essas reuniões frequentemente com as autoridades da região para solucionarmos com mais eficácia as demandas da categoria”, finalizou Edson.