Terça-Feira, 16 de Outubro -

  •  

    PT oficializa candidatura de Emidio a deputado estadual

    O PT-SP selou na manhã do último sábado (28) a candidatura de Luiz Marinho para o governo paulista e de Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto ao Senado. A convenção aconteceu no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e oficializou o nome de 114 candidatos a deputado estadual e 82 a federal, entre eles o do ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza, a deputado estadual.

    Na abertura do evento, a professora da faculdade de Odontologia da USP e ex-primeira-dama de São Paulo, Ana Estela Haddad leu a carta enviada pelo ex-presidente Lula para os companheiros de partido e o povo paulistano.

    No texto, Lula fez questão de ressaltar o companheirismo dos três candidatos da chapa majoritária. “Luiz Marinho, Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto, saibam todos vocês, companheiros e companheiras, que estamos juntos em todos os lugares, em cada canto deste país onde brilha a chama da esperança”.

    O deputado federal Orlando Silva, do PCdoB, participou do ato e anunciou que seu partido vai apoiar as três candidaturas petistas.

    Indicado pelo partido para disputar o Governo de São Paulo, Luiz Marinho reforçou que Lula vai, sim, se candidatar e mais do que isso vai ser o presidente. “Quero ser governador para governar junto com Lula e recuperar o Brasil”.

    Em seu discurso, Marinho prometeu dobrar o salário dos professores. “Vamos governar esse estado juntos. O centro das minhas ações será a juventude, os negros, os trabalhadores e trabalhadoras. Sou um operário de chão de fábrica que sabe o que é acordar cedo para uma greve, sabe o que é o chão de fábrica”, disse o ex-prefeito de São Bernardo.

    Para Marinho, a consolidação de projeto petista no Estado passa pela eleição de Lula. “Daqui nós precisamos sair e dizer que o projeto de vida melhor para trabalhadores e trabalhadoras passa por Lula presidente”, frisou.

    Ao final do ato, Emidio mostrou otimismo e falou da satisfação de ter sua candidatura oficializada. “É uma honra integrar o time que vai fazer de São Paulo um Estado mais justo e solidário. A militância esteve presente e mostrou que está firme, trabalhando muito para eleger o presidente Lula e fazer o povo voltar a ser feliz”, afirmou.