Quarta-Feira, 13 de Dezembro -

  • PDT pede cassação do vereador de Osasco Pelé da Cândida

  • Foi protocolado, nesta terça-feira, 10/10, na Câmara de Osasco, uma representação do PDT (Partido Democrático Trabalhista) que pede a abertura de um processo administrativo para a cassação do vereador Paulo César Dias Reis, popularmente conhecido como Pelé da Cândida (PSC). O parlamentar é acusado de ameaçar de morte e agredir verbalmente a vereadora doutora Régia (PDT).

    O pedido, assinado pelo presidente municipal do PDT de Osasco, Milton Cavalo, que pontuou as ameaças feitas pelo vereador que teria, segundo a vereador Régia, a chamado de “pilantra”, “biscate”, “vaca”. Além disso, o parlamentar ainda teria dito que “para cortar o seu pescoço não precisava de muito” e que ela “não sabia do que ele era capaz”. O partido aponta como um dos agravantes o fato de as ameaças e agressões terem sido feitas contra uma mulher. “Será que o denunciado proferiria as mesmas palavras contra um vereador do sexo masculino?”, garante o partido que ainda aponta que Pelé não tem “condição moral” para ser vereador. “A conduta do vereador deverá ser reprimida com a sanção de cassação do mandato, tendo em vista a ausência de condição moral para exercer o mister de representante do povo”.

    Questionado sobre o andamento do processo, o presidente da Câmara, o vereador Dr. Lindoso (PSDB) afirmou que vai se reunir com a Mesa Diretora para decidir os próximos passos da ação contra Pelé.