Domingo, 21 de Janeiro -

  • Justiça concede habeas corpus para presidente da OAB/Osasco

  • A Justiça mandou libertar a advogada Libânia Aparecida da silva, presidente da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Osasco, na Grande São Paulo, presa na terça-feira (25) acusada de receber propina do presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Elissandro Lindoso (PSDB), para que ela não fizesse denúncias contra ele.

    A liberdade dela ocorre após pedido judicial feito pela OAB do estado de São Paulo.

    A prisão dela ocorreu em flagrante em São Roque após ela e o marido e o vereador saírem de um restaurante onde havia sido feito o pagamento de mais uma parcela da propina. Esta seria a última parcela de uma propina de R$12 mil. O presidente da Câmara disse que começou a ser extorquido há um mês e meio.

    “Nosso prédio da Câmara não tem AVCB, não tem habite-se, acabei achando um prédio do lado, loquei, fui representado por desperdício de dinheiro público”, disse o vereador Elissandro.

    OAB faz denúncias

    Libânia pode deixar ainda nesta sexta-feira (27) o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Votorantim, no interior de São Paulo, onde está presa.

    O presidente da OAB-SP, Marcos da Costa, disse nesta sexta que a seccional de Osasco continua funcionando e que a OAB havia entrado com um pedido de habeas corpus para a advogada, a fim de preservar a dignidade e a prerrogativa funcional.

    O caso foi denunciado pela OAB na Secretaria de Segurança Pública. A OAB argumentou que os agentes policiais “espetacularizaram” o momento com a mídia. A denúncia também foi feita no Ministério Público e na Corregedoria de Justiça, alegando abuso no fato de manutenção de algemas em ambiente jurídica e sobre a forma como a prisão foi feita.

    Ao ser presa, a advogada negou que o dinheiro fosse propina, e alegou que eram o pagamento de honorários. Na delegacia, a versão mudou. “Meu marido e o outro rapaz saíram e foram pra fora pra conversar e eu fui no banheiro, porque ele pediu a conta. Ele pediu a conta, eu voltei ele disse que achou dinheiro dentro da minha bolsa. A menina pediu a minha bolsa e eu dei. Tem um envelope com dinheiro”.