Sábado, 25 de Maio -

  • [adrotate group=”1″]

  • [adrotate group=”1″]

  •  

    Guarda de Itapevi apreende mais de 2,5 mil litros de combustível irregular no Jardim São Carlos

    Nesta semana, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Itapevi apreendeu mais de 2,5 mil litros de combustível produzidos irregularmente em uma residência no Jardim São Carlos. A corporação também efetuou a prisão, em flagrante, de outros três homens envolvidos no tráfico de drogas nos bairros Jardim Rosemary, Jardim São Carlos e Jardim Itacolomi.

    A primeira ocorrência aconteceu no domingo (20), quando agentes da GCM prenderam, em flagrante, um homem de 18 anos que praticava o crime de tráfico de drogas na Rua Serra Negra, no Jardim Rosemary. A Guarda aprendeu cinco cápsulas de cocaína, 31 pacotes de maconha e 39 pedras de crack.

    Os GCMs efetuaram a prisão durante patrulhamento de rotina e após denúncia anônima. Ao ser abordado, as drogas foram localizadas e o suspeito disse que “praticava o crime por necessidade”. As drogas foram periciadas e confirmadas. Levado à delegacia, o homem deverá participar de audiência de custódia para definição da pena.

    Na segunda-feira (21), a GCM de Itapevi prendeu, também em flagrante, um homem de 18 anos acusado de cometer o crime de tráfico de drogas. A prisão aconteceu na Rua Pirarucu, no Jardim São Carlos. Com ele foram apreendidos R$ 516 em dinheiro, 160 cápsulas de cocaína, 37 pedras de crack e 45 pacotes de maconha. As substâncias foram periciadas em laboratório e confirmadas.

    O homem foi preso durante patrulhamento de rotina da Guarda. Os agentes chegaram até o suspeito após denúncia anônima. Inicialmente haviam três suspeitos, dois deles conseguiram fugir e um foi capturado na mata, após perseguição. As drogas foram apreendidas durante revista pessoal e o homem declarou ser usuário, mas diante da quantidade apreendida ele foi encaminhado à delegacia, indiciado e deverá passar por audiência de custódia para determinar a pena a ser cumprida.

    Também na segunda-feira (21), a Guarda de Itapevi, prendeu, em flagrante, outro homem de 19 anos, acusado também pelo crime de tráfico de drogas. Os agentes efetuaram a prisão na Rua Floriza Nunes de Camargo, no Jardim Itacolomi. Os agentes apreenderam com o suspeito R$ 40 em dinheiro, 20 cápsulas de cocaína e 14 pedras de crack. As drogas foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística de Barueri para averiguação e as substâncias confirmadas em laboratório.

    Os GCMs chegaram até o homem durante patrulha de rotina. Ele tentou fugir quando foi avistado, mas acabou alcançado.  A equipe do Canil colocou o cão policial em ação, que encontrou as drogas. O homem tinha contra ele um mandado de prisão expedido pela 15ª Vara Criminal de São Paulo pelo mesmo crime de tráfico de drogas. Ele foi levado à Cadeia Pública e, posteriormente, para uma prisão no estado paulista para cumprimento do restante da pena.

    Ainda na segunda feira (21), a GCM efetuou uma grande apreensão de combustíveis sendo comercializados clandestinamente. A ocorrência aconteceu na Rua Sardinha, no Jardim São Carlos. Um homem de 20 anos foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos sobre a produção e manuseio irregular da de diesel e de gasolina. Cerca de 2,5 mil litros do material estavam sendo produzidos de forma inadequada e sem inspeção técnica na residência. Em 37 bombonas de 50 litros os Guardas recolheram diesel e em ouras duas bombonas também de 50 litros estava sendo produzida a gasolina. Os combustíveis foram levados até o Instituto de Criminalística para perícia e confirmados em análise laboratorial.

    A Guarda chegou até o homem após receber denúncia anônima. Uma caminhonete modelo GM/Montana também foi apreendida porque estava sendo carregada com o combustível clandestino.

    O suspeito foi questionado e disse que não comercializava o material. Disse que o combustível havia sido retirado de um caminhão de um colega e seria transportado para outro veículo porque eles viajam muito e precisavam de bastante combustível, já que em outros estados o material era muito caro.

    Diante da situação, o caso foi levado à delegacia. O delegado determinou perícia do veículo, que acabou sendo devolvido ao proprietário por não constar irregularidades documentais. As bombonas e combustíveis foram apreendidos pela GCM. A Polícia Civil determinou que a Defesa Civil realize perícia no espaço com o objetivo de notificar o proprietário do estabelecimento pelas condições irregulares de armazenamento do material.