Domingo, 25 de Fevereiro -

  • Em Osasco, Luiz Marinho defende absolvição do ex-presidente Lula

  • O presidente do diretório estadual do PT, Luiz Marinho, esteve em Osasco, na noite desta quarta-feira, 17/01, onde inaugurou o comitê pelo direito de Lula ser candidato na eleição de outubro deste ano. O espaço fica dentro da sede do diretório municipal do partido.

    Durante o evento, Marinho enfatizou a importância da mobilização para defender o ex-presidente, principalmente, levando à população informações de que não existe provas de um crime praticado por Lula. “A legislação é muito clara e diz que para se condenar é necessário prova material. E não se tem prova, pois não houve crime. Temos que mobilizar muitas pessoas, distribuir panfletos, pois, essa é uma forma de mostrar para as pessoas a verdade. E mostrar que o único caminho para derrotar o golpe é defender a democracia, o direito do nosso voto, e eleger o presidente Lula”, disse revelando que ainda tem esperança de que o ex-presidente seja absolvido. “Eu tenho esperança que o Lula seja inocentado no dia 24. O mais provável é que a gente leve 3 a 0 devido a pressão da mídia, mas nós também estamos fazendo pressão, através dos intelectuais e artistas e até de representantes internacionais”, completou.

    Lula será julgado no próximo dia 24 de janeiro pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso envolvendo a compra de um triplex, no Guarujá, no Litoral Paulista. O ex-presidente foi condenado em primeira instância a 9 anos e seis meses de prisão. Se a condenação for mantida, o ex-presidente corre o risco de não ser candidato a presidente da República no próximo pleito.

    Marinho ainda falou que o partido precisa se unir e lutar para “derrotar os tucanos no Estado de São Paulo. “Não podemos aceitar a lógica de que os tucanos são imbatíveis em São Paulo, eu não acredito nisso. Nós perdemos uma oportunidade de derrotá-los, mas, esse é o ano para construirmos a nossa vitória no Estado. Nós já recebemos alguns dirigentes de partidos que já mostraram interesse em caminhar ao nosso lado para derrotar os tucanos”, revelou.

    Marinho que é ex-prefeito de São Bernardo é pré-candidato a governador do Estado de São Paulo e deve disputar com Elói Pietá, ex-prefeito de Guarulhos, e também pré-candidato ao Palácio dos Bandeirantes.