Domingo, 22 de Julho -

  •  

    De Paula pode assumir a presidência do PSDB de Osasco

    Ninguém confirma, mas é dada como certa a escolha do vereador De Paula para comandar a presidência do PSDB de Osasco. A eleição interna do partido acontece no próximo dia 15 de outubro e o vencedor vai substituir o ex-prefeito e deputado estadual Celso Giglio, que morreu em 11 de julho. Nos bastidores, circulam informações de que não haverá chapa concorrente, com isso, a eleição de De Paula ficaria garantida. Atualmente, o PSDB possui três vereadores na Casa: De Paula, Didi e o presidente da Casa, Dr. Lindoso. Um dos pontos que fortalece o nome de De Paula é o fato de ter sido o único vereador reeleito da legenda.

     

    CPI do Transporte em Osasco

    A Câmara de Osasco deve instaurar, nos próximos dias, uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o aumento no valor das passagens de ônibus municipais de Osasco, que passou de R$ 3,80 e foi para R$ 4,20, no começo desse ano. O pedido de CPI foi protocolado na sessão da última terça-feira, 19/09, pelo vereador e presidente da Câmara, Dr. Lindoso (PSDB). Para protocolar o pedido, que aprovado por maioria simples, o parlamentar precisou da assinatura de outros sete vereadores. Assinaram o documento: Tinha de Ferreira (PTB), Dra. Régia (PDT), Ricardo Silva, (PR), Renato Bonin (PR), De Paula e Didi, ambos do PSDB. A Câmara já realizou duas audiências públicas para discutir a situação do transporte público em Osasco.

     

    “Estão de mal?”

    Outro boato, até então, não confirmado é sobre a relação entre o líder do governo Lins na Câmara, vereador Ribamar Silva (PRP) e o secretário de Administração de Osasco, que também é presidente do PRP, Sergio Di Nizo. Nos bastidores circulam comentários de que os companheiros de partido estão com a relação bastante estremecida. A situação chegou ao ponto das partes não se cumprimentarem, quando, por ventura, se encontram nos eventos do administração. Questionado sobre o assunto, durante a sessão da última terça-feira, 19/09, na Câmara de Osasco, o vereador Ribamar disse que não se pronunciaria sobre o assunto, mas, deixou no ar um olhar  de insatisfação ao ouvir o nome de Sergio Di Nizo.

     

    Vereador agride jornalista

    A sessão da Câmara de Osasco, desta terça-feira, 19/09, foi marcada por uma briga entre o vereador, Pelé da Cândida (PSC) e o jornalista Messias Araújo. A discussão começou após o parlamentar ser acusado de ter quase R$1 milhão dentro de casa. O vereador exigiu que o jornalista provasse o que estava dizendo e afirmou que pretendia acionar o jornalista na Justiça. O bate boca começou quando o vereador utilizada a tribuna, mas, no intervalo da sessão, Pelé deixou o plenário e foi tirar satisfação. Na confusão, um dos assessores do vereador agrediu o jornalista com um tapa na cabeça.

     

    Aposentado isento de IPTU

    O vereador Kascata (PSB) apresentou uma indicação na sessão de terça-feira, 19/09, propondo ao Poder Executivo a criação de um programa de isenção do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) aos aposentados e pensionistas de baixa renda de Barueri. De acordo com a propositura, seriam beneficiados apenas os contribuintes proprietários de um único imóvel.

    Para o parlamentar, a medida promoveria justiça social e levaria mais qualidade de vida a uma parcela carente da população, sobretudo a mais idosa, que normalmente já conta com gastos extras. “Vemos diariamente no noticiário a dificuldade que é viver de aposentadoria no Brasil. A população mais velha sofre para comprar remédios e cuidar da saúde nessa fase da vida. Acredito que a isenção de IPTU daria um fôlego extra ao orçamento dessas pessoas”, argumentou Kascata. Sobre a questão tributária, o vereador afirma que a renúncia fiscal pode ser compensada com planejamento. “O setor de tributação da Prefeitura pode estudar uma forma de buscar essa receita em outras fontes”, explicou o vereador.

     

    Psicológico para cuidadores

    Já o  vereador Luizinho do Camargo (PDT) encaminhou na sessão de terça-feira, 19/09, uma proposta à Prefeitura de Barueri para que a Secretaria de Saúde ofereça ajuda psicológica a familiares e cuidadores de pacientes em atendimento domiciliar. O programa recebeu o nome de “Cuidando de Quem Cuida”. De acordo com o pedetista, pessoas que estão sob cuidados paliativos demandam um grande esforço e atenção, o que pode trazer desgaste físico e emocional a cuidadores e familiares, sendo importante o apoio de um profissional de saúde mental para garantir o conforto de todos e mais qualidade de vida também para o paciente.

    “Tomar conta de uma pessoa em estado crítico de saúde é um trabalho árduo, que muitas vezes deixa danos emocionais em toda a família. Acredito que a atuação de um psicólogo pode ajudar a atenuar esse problema e evitar que mais pessoas adoeçam na família”, explicou Luizinho do Camargo.

     

    Fundo social de Osasco

    A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Osasco, Aline Lins, acompanhada da vice-prefeita, Ana Maria Rossi, assinou no sábado, 16/9, em evento realizado pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado (FUSSESP), na cidade de São Vicente/SP, duas importantes parcerias com o Governo Estadual. Trata-se dos Programas: “Padaria Artesanal”, que qualifica profissionais para a produção de 10 tipos de pães e a “Escola de Beleza”, cuja formação são para Maquiador e Assistente de Cabeleireiro. O evento de assinatura de convênios aconteceu na Sede da Igreja Batista Peniel, no bairro de Catiopã, e contou com a presença da primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, que reforçou essa iniciativa, que já beneficiou mais de 172 mil pessoas desde a criação do programa, em 2011. Os cursos são voltados para pessoas acima de 16 anos e que estejam desempregadas, e visam capacitar os participantes nos ofícios específicos para que consigam obter renda e, assim, melhorar as condições de vida dos mesmos, possibilitando-os recomeçar em uma nova profissão e até mesmo retornar ao mercado de trabalho. Na ocasião, foram assinados 285 convênios e protocolos de intenções entre o Fundo Social e 64 municípios das regiões de Itapeva, Registro, Santos e Grande São Paulo.