Terça-Feira, 16 de Outubro -

  •  

    Câmara de Osasco é alvo do MP novamente

    O Ministério Público cumpriu, na tarde desta sexta-feira, mandados de busca e apreensão na Câmara de vereadores de Osasco. A diligêngia visa investigar suposto esquema de funcionários fantasmas em dois gabinetes específicos, mas os nomes dos vereadores envolvidos não foram divulgados.
    Gustavo Albano, promotor que acompanhou a ação, informou que as investigações seguem em sigilo. Em 2015 ele comandou a operação caça-fantasmas na Câmara, e 13 vereadores respondem processo sob a mesma acusação.