Terça-Feira, 16 de Outubro -

  •  

    10 plantas que melhoram sua qualidade de vida


    Existem diferentes benefícios que a natureza traz às nossas vidas. As plantas em especial servem como base para terapias medicinais. Quando estão em nossas casas, além de deixar o ambiente com uma bela aparência, podem auxiliar na purificação do ar e até mesmo trazer tranquilidade para a casa. O especialista Allan Lopes, Biólogo da Construção com expertise em Síndrome do Edifício Enfermo, e a arquiteta paisagista Elis Cristina listam plantas indispensáveis para o seu lar, que apresentam qualidades comprovadas por estudos da NASA, e explicam como cultivá-las.

     1 – Espada de São Jorge

    • Benefícios: “É uma planta que combina com qualquer ambiente. Além das folhas exuberantes, é conhecida por ser uma grande filtradora do ar, pois retira substâncias tóxicas dele, como: tricloroetileno, formaldeído, benzeno e xileno, que causam irritações nos olhos, boca e garganta, além de dores de cabeça” diz Elis.
    • Cultivo: Sua manutenção é simples, e indicada para pessoas que não tem muito tempo para cuidar das plantas. Ficam em ambiente de sombra e meia sombra, mas também podem suportar sol direto. Não necessitam de rega constante.

     2 – Lírio da Paz

    • Benefícios: Citada no estu-dorealizado pela NASA, ela retira gases tóxicos causadores de irritações na região do rosto, provocando tosse e dor de cabeça. Além disso, seu cheiro também é benéfico, segundo a paisagista Elis: “O perfume exalado por esta planta relaxa a musculatura e promove uma sensação de calma e bem estar”.
    • Cultivo: É uma planta que se adapta muito bem em ambientes internos, portanto, é recomendada especialmente para quem vive em apartamento. Preferem locais com sombra ou meia sombra, e a rega dependerá das condições climáticas do dia. Caso ela esteja seca, é hora de colocar um pouco de água. Caso esteja molhada, deixe para regar em outro momento.

     3 – Jibóia

    • Benefícios: Serve como purificadora do ar, mas também melhora a umidade do local. “Ao fazer isto, elas contribuem para a diminuição dos sintomas gerados pelo tempo seco, como resfriados e pele seca”, reitera Elis.
    • Cultivo: Dão preferência para locais de sombra e meia sombra, mas não há problemas em receberem sol direto, desde que em pequenas quantidades. Também deve haver rega periódica, avaliando-se a situação climática do dia e seu estado, isto é, se está muito seca ou molhada. Dê preferência para locais bem arejados, e esta dica serve para todas as plantas.

     4 – Hera Inglesa

    • Benefícios: São purificadoras do ambiente e também melhoram a umidade. Porém, seu grande diferencial é a redução de partículas fecais que ficam no ar. Portanto, é indicada para quem tem animais de estimação em casa. “O processo no qual as plantas limpam as toxinas do ar é através do próprio metabolismo delas. Elas consomem estas toxinas como alimentos e as transformam em água e nutrientes, distribuindo-os para suas raízes, folhas e caules”, explica Allan.
    • Cultivo: Ela pode ser plantada em vasos ou jardineiras como planta pendente, e podem até mesmo se tornarem belas trepadeiras. São de fácil adaptação a quaisquer tipos de iluminação: sombra, meia sombra ou sol direto. A rega pode ser feita de duas a três vezes por semana em estações mais secas. Já em ambiente úmido, duas vezes por semana já é o suficiente.

     5 – Palmeira-Areca

    • Benefícios: Citada no livro “How To Grow Fresh Air” da NASA, esta palmeira absorve gases tóxicos do ambiente, e auxiliam no controle da umidade. Ela também é essencial para quem pretende pintar a casa, já que pode ser utilizada para tirar o cheiro forte da tinta, o que torna o local mais agradável. “A pesquisa de 1989 da Nasa em parceria com a Associated Landscape Contractor of America, concluíram que a colocação de certas espécies vegetais é a melhor forma de remover gases tóxicos como tricloroetileno, beriberizo, formaldeído e monóxido de carbono, os quais estão presentes nas tintas, por exemplo” diz Allan.
    • Cultivo: É uma das palmeiras mais versáteis na hora de decorar o ambiente, pois pode ser plantada tanto em vasos quanto em jardins. Pode atingir até 3 metros em seu porte arbustivo e 9 metros em seu porte arbóreo. Caso fique em sol direto, seu crescimento terá maior velocidade, mas há o risco das folhas ficarem amareladas e/ou queimadas. Já em meia sombra, seu crescimento se dá de maneira mais devagar. Requer cuidados um pouco mais trabalhosos, como uma atenção especial ao solo em que ela está plantada, que deve ser mantido fértil e com matérias orgânicas.

    6 – Dracena

    • Benefícios: A Dracena pode absorver o dióxido de carbono do ambiente, proporcionando um local com maior quantidade de oxigênio fresco, o que conse-quentemente nos torna mais concentrados e produtivos. Também auxilia na umidade do ambiente e filtram o ar de substâncias tóxicas, reduzindo a fadiga.
    • Cultivo: Podem ser mantidas até mesmo em escritório. É uma das plantas mais fáceis de serem mantidas, pois suporta a escassez de água, a baixa umidade causada pelo ar condicionado, e a falta de luz. Isto não significa que você não deve cuidar delas, mas não é necessária uma grande atenção, por se tratar de uma espécie resistente.

    7 – Gérbera

    • Benefícios: A Gérbera pode ajudar você a dormir melhor. Isto porque ela absorve o dióxido de carbono e emite maiores taxas de oxigênio durante a noite, portanto, colocá-la em seu quarto é uma boa opção caso tenha problemas com o sono.
    • Cultivo: Pode ser plantada em vasos, jardins, canteiros ou floreiras. Tem boa adaptação em climas secos e solos secos. Porém, em períodos de pouca chuva, é importante regá-la ao menos duas vezes por semana. É importante que o local seja arejado e que ocorra a incidência do sol. Portanto, locais com pouca sombra não são apropriados para essa espécie. Podem chegar a ter no máximo 40 cm de altura.

     8 – Palmeira Ráfia

    • Benefícios: É uma das plantas mais recomendadas caso você queira filtrar o excesso de amônia no ar. A amônia é liberada principalmente em produtos de limpeza e tintas para cabelo, portanto, é uma boa aliada para banheiros e cozinhas.
    • Cultivo: Podem ficar em ambientes de sombra e meia sombra. Regá-la não será uma dor de cabeça, já que a frequência que você terá que fazer isso é baixíssima: a cada 15 dias em temperaturas amenas, e uma vez ao mês durante o inverno. Mantenha o solo em que ela se encontra rico em nutrientes. Ela também é resistente à ar condicionado, e para não danificar as folhas, apenas borrife um pouco de água diariamente na planta.

    9 – Filodendro

    • Benefícios: Ótima para eliminar a substância formaldeído do ar, liberada principalmente pela madeira e pelo carpete, causadora de irritações na pele e nas vias respiratórias.
    • Cultivo: Não deve permanecer em luz direta, porém, meia sombra é recomendada para seu crescimento saudável. Quando perceber que a terra do vaso está seca, é a hora de regá-la.

     10 – Camedória elegante

    • Benefícios: São ótimos medidores de umidade. “Quando suas folhas ficam amarelas ou suas pontas secas, significa que há pouca umidade no ar. Também são responsáveis pela purificação do ambiente, retirando as substâncias tóxicas”, afirma Elis.
    • Cultivo: Elas são de fácil cultivo, necessitam de regas mais frequentes, sendo tolerantes à espaços de meia sombra, portanto, são perfeitas para ambientes internos. Entretanto, são umas das mais intolerantes a ar condicionado.